Blog Clinica Lucas Miranda

Fique por dentro das novidades!

A pele do homem, assim como a feminina, precisa igualmente de cuidados diários. É comum notar impaciência ou desvalorização da necessidade do uso de protetor solar e hidratantes, o que é esperado de uma sociedade que associa esse tipo de precaução à fragilidade da masculinidade.

É comum ver flacidez na pele após cirurgia bariátrica, uma vez que a perda de peso ocorre de modo acelerado e ocasiona mudanças na pele do abdômen, seios, nádegas, braços e pernas. Os excessos de pele podem ser corrigidos aos poucos, com a ajuda de um cirurgião plástico.

Com o trabalho feito de casa e os encontros de fim de semana suspensos por tempo indeterminado, os cuidados com a pele acabam ficando um pouco esquecidos. Mesmo que ninguém esteja vendo agora, manter esse hábito de gentileza consigo mesma traz benefícios que se estendem ao período em casa.

Talvez você não saiba, mas as doenças cutâneas podem ter fundo emocional. A pele (maior órgão do corpo humano) e a mente estão mais interligados do que podemos imaginar. É dessa conexão que surgem as melhores metáforas para ilustrar os níveis de emoção. Certamente você já ouviu alguém dizer que está com “os nervos à flor da pele”, que ficou “vermelho de vergonha” ou ainda “pálido de susto”.

O vitiligo é uma condição autoimune em que a pele apresenta manchas brancas, podendo acometer várias partes do corpo. Seu aparecimento se dá quando os melanócitos - células responsáveis pela produção de melanina - são atacados, por algum motivo, pelo sistema de defesa do organismo.