Projeto verão: como ter um bronzeado saudável?

bronzeado saudável

Projeto verão: como ter um bronzeado saudável?

Pra quem gosta da cor dourada no corpo, o momento é agora. O verão já está batendo à porta, refletindo calor e alegria tão típicos da estação. É hora de colocar sua roupa de banho favorita e partir para a piscina, praia ou cachoeira e pegar aquele bronzeado, certo?

Pode ser que sim – e pode ser que não.

Ter um bronzeado é algo relativamente simples, de resultado rápido. Mas, infelizmente, nem todo mundo se submete ao procedimento de forma adequada.

Quantas pessoas não voltam para a casa, depois da “sessão bronze”, vermelhas e ardendo, com a pele irritada e cheia de bolhas? Isso é mais comum do que a gente pensa, e nada mais é do que a maneira errada de tomar sol.

Fuja das armadilhas do verão

Muitas pessoas são capazes de qualquer coisa para diminuir a tonalidade pálida da pele. É por isso que, ao chegar o verão, os amantes do calor aproveitam para pegar bastante sol e deixar o corpo dourado.

No entanto, é preciso ter muito cuidado para que a busca de um bronzeado não vire um problema.

Mesmo com tanta informação disponível, ainda é comum vermos pessoas aproveitando o sol em horários inapropriados. O ideal é que a exposição aconteça antes das 10h ou após as 16h, quando a incidência de raios solares é menor.

Tomar banho de sol fora desse horário é um risco para a saúde, pois é o período em que os índices de raios UVA e UVB estão mais elevados, favorecendo queimaduras, vermelhidão e o envelhecimento precoce da pele.

Outro pecado cometido contra a pele é usar receitas caseiras para acelerar o bronzeamento, à base de refrigerantes, limão ou óleo direto na pele, e sem proteção solar. A grande verdade é que essas soluções podem levar a queimaduras que requerem atenção hospitalar.

O bronzeado saudável é possível!

Conseguir um bronzeado saudável depende de dois fatores: da exposição responsável ao sol e dos hábitos de vida, como os alimentares. Veja as dicas para conseguir esse efeito sem colocar a saúde em risco:

Alimentação rica em betacaroteno

A alimentação tem grande influência no bronzeado, pois ajuda na produção de melanina. Por isso, é importante consumir alimentos ricos em betacaroteno todos os dias, como laranja, cenoura, mamão, abóbora, manga e batata doce, entre outros.

Esfoliação da pele

A esfoliação da pele é indicada porque remove as células mortas, estimula a circulação e prepara o corpo para receber o bronzeado de maneira mais uniforme. Para conseguir esse benefício, esfolie a pele três dias antes de tomar sol.

Use sempre protetor solar

Para um bronzeado com mais segurança, o protetor solar deve ser utilizado tanto no rosto quanto no corpo. Opte por fatores acima de 30 para proteger a pele dos raios nocivos do sol e faça a aplicação do produto 30 minutos antes da exposição solar. Reaplique a cada duas horas ou menos, se houver transpiração.

Ao contrário dos que muitos pensam, o protetor não impossibilita o bronzeamento, mas ajuda a prolongá-lo, já que mantém a pele saudável e hidratada. E, por falar nisso…

Mantenha a pele sempre hidratada

Hidratar a pele diariamente ajuda a manter o corpo bronzeado por mais tempo. Por isso, escolha um creme que seja ideal para o seu tipo de pele e reforce a aplicação nos dias que for à praia ou piscina. Isso ajuda a prevenir descamação.

Vale reforçar que cada pessoa tem seu tempo para o bronzeado. Algumas demoram mais para ver diferenças na cor da pele, outras menos. O ideal é não tentar garantir o bronzeado perfeito em um único dia: se exponha ao sol um pouquinho todos os dias, nos horários seguros, e após uma semana você vai ver a diferença.

Outro ponto fundamental é procurar um dermatologista para avaliação e indicação de produtos ideais ao seu tipo de pele, de forma a evitar alergias ou efeitos colaterais.

Se você quer aproveitar o verão ao máximo, não deixe de consultar um dermatologista! Agende sua consulta com o Dr. Lucas Miranda, que vai te ajudar a ter um bronzeado bonito e saudável nesse verão.