Marque sua consulta

    Aquele momento em que você fez uma tatuagem e se arrependeu. Não quer mais ter o desenho na pele. Já aconteceu com você? Se sim, preste bem atenção no nosso texto de hoje, pois ele vai esclarecer uma das dúvidas mais frequentes dos consultórios de dermatologia: a possibilidade da remoção da tatuagem a laser.

    De 20 anos pra cá se tornou moda fazer tatuagem. O aumento do número de pessoas colocando desenhos na pele é proporcional ao número de pessoas insatisfeitas com essa escolha. Aí, o dermatologista é procurado para a remoção da tatuagem que não é mais desejável.

    Recebo muitas perguntas, tanto no consultório quanto no Instagram e Facebook da Clínica Lucas Miranda, sobre como funciona a remoção da tatuagem: número de sessões, quanto custa remoção de tatuagem, se é realmente possível apagar uma tatuagem a laser…

    O vídeo acima – e esse artigo – responde a algumas das dúvidas mais frequentes. E a primeira delas é se qualquer laser pode remover uma tatuagem, como o de depilação, por exemplo. A resposta é: não.

    Não é qualquer laser que pode fazer isso, e a utilização do método incorreto pode, além de não tirar o desenho, gerar outros inconvenientes, como o surgimento de cicatrizes e manchas. Existem vários tipos de laser específicos para tirar a tatuagem, mas a categoria do laser de depilação está à parte, ou seja, não se aplica a esse processo da remoção de tinta.

    Dito isso, vamos às outras perguntas frequentes sobre remoção de tatuagem com laser:

    #1 – Quantas sessões são necessárias para remover completamente uma tatuagem?

    Talvez essa seja a pergunta que mais ouço sobre esse assunto, e é difícil de responder, porque isso depende de inúmeros fatores, tais como:

    • idade da tatuagem;
    • a sua localização topográfica, ou seja, em qual parte do corpo foi feita (aquela realizar em segmentos mais distais, como o pé e a mão, são mais difíceis de serem removidas);
    • o tipo de pigmento utilizado;
    • a cor do pigmento;
    • a profundidade do pigmento, ou seja, se foi uma tatuagem profissional ou amadora.

    Isso tudo influencia diretamente no tempo de remoção da tatuagem. É difícil, portanto, precisar um número de sessões sem fazer uma avaliação presencial desses tópicos.

    Em geral, para uma tatuagem profissional, de tamanho mediano, a gente pode estimar entre seis e dez sessões, podendo ser muito mais que isso, se for uma tatuagem extensa ou com pigmentos muito coloridos, fatores que dificultam o tratamento. Por outro lado, se for uma tatuagem pequena, de pigmento preto, são necessárias menos sessões para a remoção total do desenho.

    #2 – Qual aparelho é utilizado para o tratamento da remoção da tatuagem?

    Aqui na Clínica Lucas Miranda utilizamos a plataforma Spectra XT, que tem quatro comprimentos de onda. Isso acaba nos dando mais versatilidade no tratamento de diferentes cores em um só aparelho, com muita segurança e excelente efetividade no objetivo de remover a tatuagem.

    agulha de fazer tatuagem com carretel vermelho em frente a fundo rosa e azul

    #3 – Remover tatuagem a laser dói?

    Essa é outra pergunta muito frequente, por motivos óbvios. Se for uma remoção de tatuagem sem anestesia, realmente o processo será doloroso – em alguns casos, até mais do que o de fazer o desenho. Mas, para não causar esse desconforto, lançamos mão de alguns artifícios analgésicos e o paciente mal sente a ação do laser.

    Esses artifícios vão desde os cremes anestésicos, que conseguem diminuir o quadro de dor, até a infiltração de anestésico com injeção, como uma pequena anestesia local. Nesse caso, o paciente não sente qualquer tipo de dor.

    #4 – A remoção a laser apaga completamente a tatuagem?

    É frequente que a tatuagem saia completamente após as sessões a laser, mas a eficácia de ter uma pele como se nunca tivesse sido tatuada naquele local é imprevisível. Por que? Porque existem diferentes tipos de tintas para tatuagem no mercado brasileiro e, eventualmente, elas podem não ser completamente puras.

    No caso de tintas que tenham resíduos de metal, pode ser que a pele não fique completamente limpa, ficando com uma “sombra” discreta, porém visível.

    #5 – Posso fazer outra tatuagem em cima da região onde removi a anterior?

    Pode, não há problema nenhum. Inclusive, isso ocorre muitas vezes, principalmente quando a pele não fica totalmente sem resíduos da tatuagem.

    Essas são as principais dúvidas quanto à remoção de tatuagem a laser que eu recebo frequentemente. Mas, se você tiver mais alguma que não foi contemplada nesse texto e vídeo, deixe seu questionamento aqui nos comentários que eu responderei em breve.

    Se preferir, agende online sua consulta na Clínica Lucas Miranda para podermos ver com precisão qual é a situação da sua tatuagem.

    Adicione o texto do seu título aqui

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

    Adicione o texto do seu título aqui

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

    Adicione o texto do seu título aqui

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

    Adicione o texto do seu título aqui

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

    ©2021 Lucas Miranda. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Acesso Marketing e 909 Web Studio.

    Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar nossa publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade.