Duvidas frequentes sobre Peeling de Fenol

Duvidas frequentes sobre Peeling de Fenol

Muita gente tem tantas restrições quanto ao envelhecimento da pele que procuram procedimentos extremos para resolver problemas que, a princípio, não são tão intensos. Esse é o caso, por exemplo, do peeling de fenol, um tratamento que não é indicado para a maioria das pessoas, e sim para um público muito específico.

O peeling de fenol é, como o nome diz, um peeling, mas bem profundo. Ele se utiliza das moléculas de fenol para impactar a pele de maneira radical, potencializando a descamação que ameniza rugas, manchas, flacidez e cicatrizes de acne.

Mas, novamente, esse não é um procedimento para todo mundo. A maior parte dos pacientes que vem ao consultório à procura do peeling de fenol acaba sendo indicada a outro procedimento, menos invasivo, por não ser essa a sua necessidade de momento.

Mesmo assim, gravei o vídeo que você pode assistir aqui em cima para que suas dúvidas estejam sanadas caso algum dermatologista lhe indique o procedimento. Afinal, uma das maiores dificuldades dos pacientes é encontrar um médico habilitado a realizar o tratamento de peeling de fenol.

A Clínica Lucas Miranda é um dos complexos médicos que realiza peeling de fenol em Belo Horizonte.

Perguntas e respostas sobre o peeling de fenol

Peeling de fenol é um tratamento estético que atua no rejuvenescimento extremo, quando a pele já está extremamente enrugada e botox, preenchimento ou outros artifícios já não surtiriam qualquer efeito.

O peeling de fenol é um procedimento eficaz para esse público, mas é um tratamento mais agressivo – do ponto de vista médico, trata-se de uma agressividade controlada e segura. Contudo, é o único tratamento para a pele que já se apresenta sem muita estrutura, com flacidez e aperganhamento.

É nesse tipo de cenário – e apenas nele – que o peeling de fenol é indicado.

Pessoas com indicação de realizar o procedimento, por sofrer de envelhecimento extremo da pele, vão se beneficiar das informações desse post e vídeo. Ele responde a inúmeras dúvidas vindas de pacientes aqui da Clínica Lucas Miranda, que são muito frequentes no ambiente dermatológico como um todo.

As principais delas são:

menina morena deitada na grama, de olhos fechados, com uma maquiagem de folhagem embaixo dos olhos

#1 Quantas sessões de peeling de fenol são necessárias para ver o resultado?

Em geral, uma única sessão é suficiente.

A ação do peeling de fenol é extremamente eficiente, e em apenas uma sessão já conseguimos gerar descamação proeminente da pele e remodelamento de colágeno, além da síntese de novas fibras colágenas e elásticas.

Após a aplicação do peeling de fenol e rejuvenescimento intenso, a pele continua a sofrer os efeitos do tempo, ao longo dos anos. Se, lá na frente, a pessoa resolver passar pelo procedimento novamente, não há qualquer contraindicação.

#2 Peeling de fenol dói?

Se for feito sem qualquer técnica anestésica ou analgésica, o procedimento torna-se doloroso. Para que a dor não ocorra, o médico dermatologista se utiliza de inúmeras estratégias que minimizam esse efeito. É possível, por exemplo, utilizar anestesia tópica, ou mesmo injetável, nos locais de aplicação do produto, o que minimiza a dor do paciente.

Já no pós-peeling não existe qualquer tipo de dor.

Quando vemos pacientes com a pele vermelha, surge a dúvida: será que a pele está doendo nesses dias em que está descamando muito? A resposta é curta e simples: não. Apesar de parecer incômodo, a pele altamente vermelha e descamativa é indolor.

O que nos leva à questão #3.

#3 Por quanto tempo a pele fica vermelha e descamativa após a realização do peeling?

Isso vai depender da concentração do fenol indicada em cada caso.

Mas, no geral, de sete a dez dias já é o suficiente para a pele se renovar completamente. Isso significa que não vai haver mais descamação após este período, mas a pele pode permanecer vermelha, ou roseada, por até um mês.

Após esse prazo, a vermelhidão se dissipa e a pele vai, aos poucos, adquirindo a coloração normal.

#4 Quanto tempo dura a aplicação do peeling de Fenol?

Não existe uma duração fixada, como, por exemplo, temos para a toxina botulínica (botox), que dura de quatro a seis meses. No peeling de fenol o efeito não passa como se fosse um botox. Ele é permanente. Não há degradação ou deterioração desse resultado.

Obviamente, a pele perde o efeito do tratamento por causas naturais, pois todos nós envelhecemos ao longo dos anos. Então, aos poucos, ela vai envelhecer, como a de qualquer pessoa, e pode exigir outra aplicação do peeling de fenol.

 

Essas são as dúvidas mais frequentes sobre aplicação do peeling de Fenol.

Você ainda tem alguma que não foi contemplada nesse FAQ? Deixe sua pergunta nos comentários ou agende seu horário para um bate-papo sobre o tema aqui na Clínica Lucas Miranda.