Arqueamento de supercílios

Arqueamento de supercílios

Hoje quero conversar contigo sobre uma das características do envelhecimento da face que, muitas vezes, passa desapercebido para quem está preocupado com essa situação: o posicionamento do supercílio.

Os supercílios são muito importantes para a harmonização pois atuam como elementos centrais da face. Com o envelhecimento, por causa do remodelamento ósseo, existe uma reabsorção e aumento da órbita ocular.

Além disso, por absorção das bolsas de gordura dessa região, em adição à flacidez da pele, ocorre a queda do supercílio – principalmente de sua “cauda”. Isso acarreta em desarmonia facial, se tornando um componente inestético.

Existem algumas formas de combate à queda do supercílio, reposicionando-o, de forma bem natural, e deixando a cauda um pouquinho mais elevada, como é o esperado para uma face de aspecto mais jovem. Para isso, gosto de utilizar três tipos específicos de tratamentos, às vezes de forma associada, para que a gente consiga um bom resultado no reposicionamento.

O primeiro deles é a toxina botulínica, ou o famoso “botox”. Quando aplicado em pontos específicos da face, o botox consegue gerar uma elevação da cauda da sobrancelha, de forma natural, garantindo, assim, o objetivo final: a reestruturação dessa região.

Um outro tratamento – que, inclusive, gosto de associar ao botox – é a sutura Silhouette, fio de sustentação facial que consegue, através da tração, reposicionar a estrutura do rosto.

Por último, um tratamento moderno, que costumo promover tanto de maneira associada quanto isolada aqui na Clínica Lucas Miranda, é o Ultraformer III. Trata-se de um ultrassom microfocado que é passado pela região do supercílio que gera uma tração através da coagulação de pontos na profundidade da pele.

Em geral, o número de sessões para esse último tratamento varia de acordo com o protocolo indicado à situação de cada paciente, mas o recomendado, geralmente, é de uma a duas sessões anuais. Já o tratamento com toxina botulínica ocorre em sessão única a cada quatro ou seis meses. Por fim, a sutura Silhouette requer uma sessão a cada um ou dois anos.

Vale lembrar que, caso haja associação entre os tratamentos, cada um deles deve ser muito bem individualizado pelo dermatologista para que o resultado de um não atrapalhe o andamento do outro.

Você tem mais alguma dúvida sobre tratamento de arqueamento de sobrancelhas contra o envelhecimento? Deixe sua pergunta nos comentários ou agende uma consulta na Clínica Lucas Miranda. Assim, podemos bater um papo de maneira mais personalizada e chegar ao protocolo indicado ao seu caso.